Ibope Senado: Renan, 39%; Rodrigo Cunha, 37% e Benedito de Lira 23%

Na noite dessa quinta-feira (20), foi divulgada uma nova pesquisa Ibope sobre as intenções de votos para Senado em Alagoas. Este é o segundo levantamento do Ibope realizado depois da oficialização das candidaturas na Justiça Eleitoral. A pesquisa foi encomendada pela TV Gazeta de Alagoas, afiliada da Rede Globo no Estado.

De acordo com a pesquisa, o candidato Renan (MDB) tem 39% das intenções de votos. Em seguida, o candidato Rodrigo Cunha (PSDB) aparece com 37%. Benedito de Lira (PP) tem 23%, Mauricio Quintella (PR) 18%, Sergio Cabral (PATRI) 5%, Prof. Cícero Albuquerque (PSOL) 4%, Flavio Moreno (PSL) 4%, Flávia Melo (PCO) 4% e Osvaldo Maciel (PCB) 1%. Os votos brancos e nulos para a vaga 1 somam 11% e para a vaga 2 34%. Não sabe ou não respondeu somou 20%.

Na primeira pesquisa Ibope, feita entre os dias 13 e 15 de agosto, os percentuais de intenção de votos eram Renan (MDB) 33% Benedito de Lira (PP) 25%, Rodrigo Cunha (PSDB) 19%, Mauricio Quintella (PR) 18% , Sergio Cabral (PATRI)10% , Prof. Cícero Albuquerque (PSOL) 7% , Flavio Moreno (PSL) 5% , Flávia Melo (PCO) 4% , Osvaldo Maciel (PCB) 2%. Branco/ Nulo – Vaga 1 somou 22%; Branco/ Nulo – Vaga 2 somou  33%; Não sabe 22%.

Veja também  Datafolha: Bolsonaro tem 28% das intenções de voto; Haddad tem 16%

A pesquisa também trouxe a modalidade espontânea, quando o pesquisador somente pergunta ao eleitor em quem ele pretende votar, sem apresentar a relação de candidatos.

Rodrigo Cunha (PSDB): 20%

Renan (MDB): 15%

Benedito de Lira (PP): 9%

Mauricio Quintella (PR): 5%

Prof. Cícero Albuquerque (PSOL): 1%

Flavio Moreno (PSL): 1%

Flávia Melo (PCO): 0%

Sergio Cabral (PATRI): 0%

Osvaldo Maciel (PCB): –

Branco/ Nulo: 27%

Não sabem ou preferem não opinar: 53%

A pesquisa tem margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos. Foram ouvidos 812 eleitores, com 16 anos ou mais, em 38 cidades. A pesquisa foi realizada entre 17 e 19 de setembro e está registrada no TRE com o número AL-06041/2018 e no TSE: BR-02881/2018.

O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro.

Por Redação

Compartilhe: