Ministério das Cidades lança documento veicular obrigatório digital

O Ministério das Cidades, por meio do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), apresentou nesta segunda-feira (27) a versão digital do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLVe), documento de porte obrigatório dos veículos. Assim como a Carteira Nacional de Habitação eletrônica (CNHe), o CRLVe traz todas as informações do documento impresso, além de um QR Code, que pode ser lido para verificar se há alguma falsificação no documento durante uma abordagem de trânsito.

Para o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, o documento digital representa um avanço na desburocratização do dia a dia do cidadão. “Estamos apresentando mais uma solução inovadora, já que em diversos países do mundo a CNH digital representa uma inovação, onde em outros lugares isso não era nem imaginado. Estamos dando um passo além com o CRLVe. Estamos em busca de que todos os usuários tenham conhecimento dessa nova plataforma, passando a ter seus documentos no meio digital. Parabenizo o Serpro e o Denatran, que trabalharam incansavelmente para facilitar a vida dos brasileiros. Hoje, damos mais um passo de exemplo para o mundo todo”, afirmou Baldy.

O Departamento Nacional de Trânsito do Distrito Federal (Detran/DF) será o primeiro órgão fiscalizador de trânsito a oferecer aos condutores o CRLVe, que substituirá o documento impresso. Até 31 de dezembro deste ano, todos os Detrans deverão adotar a tecnologia, conforme determinação da Resolução Nº 720/2017 do Contran. O documento digital será disponibilizado no mesmo aplicativo da Carteira Nacional de Habilitação digital (CNHe), sistema operacionalizado pelo Serpro desde outubro de 2017. Também será possível baixar o arquivo em formato PDF, com assinatura digital, para ser utilizado em alguma necessidade onde se exija um documento autenticado.

A diretora-presidente Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), Glória Guimarães, acredita que a nova plataforma poupará tempo dos condutores. “Será uma facilidade ao cidadão, tornando a sua vida mais cômoda. Não será mais preciso ir em vários lugares para poder ter o documento, agora o celular conterá todas as informações necessárias. Juntamente com essa parceria com o Denatran e o Detran/DF, quebramos paradigmas e buscamos para o cidadão brasileiro uma vida menos complexa. Esperamos que o cidadão não perca mais tempo em filas, e que possamos efetivamente ganhar tempo em questões importantes do nosso dia a dia”, disse.

Já o diretor do Denatran, Maurício Alves, ressalta que o país se destacará mundialmente ao permitir que os motoristas brasileiros tenham as informações da CNH e do CRLV no celular. “O Ministério vem se empenhando com as tecnologias, vindo a ser destaque mundial. Com essa nova tecnologia, acredito que nos tornamos referência em simplificar a vida do cidadão e do condutor. Temos muito a avançar nesse sentido, e queremos desburocratizar, cada vez mais, a obtenção e renovação dos documentos referentes ao trânsito. Creio que esse novo modelo será bem aceito em todo o país”, declarou.
O diretor interino do Detran/DF, Silvaim Fonseca, afirma que o CRLVe se torna a representação do avanço tecnológico no trânsito. “Um sistema pioneiro, que se iniciou com a CNH digital, trazendo inovação e desburocratização para os motoristas. Uma sociedade digital requer uma estrutura igualmente digital, e acreditamos ser esse um caminho efetivo para aliar a tecnologia ao bem estar do cidadão”, ressaltou.

Veja também  Infrações por uso de celular ao volante cai mais de 60%

Participaram da cerimônia o secretário executivo do Ministério das Cidades, Silvani Pereira, e o chefe da Casa Civil do Distrito Federal, Sergio Sampaio.

Como obter

Para ter o CRLV Digital, o proprietário do veículo tem que ter pago o licenciamento do veículo de 2018 e o Detran de registro do automóvel tem que já ter aderido à tecnologia. O acesso ao CRLV Digital é possível adicionando o documento após o download do aplicativo Carteira Digital de Trânsito, disponível na App Store e Google Play.

Quem já instalou o aplicativo CNH Digital não precisa realizar o download da Carteira Digital de Trânsito. O aplicativo será atualizado de forma automática para a CDT, desde que a opção de atualização automática para APPs esteja acionada no dispositivo móvel.

Quem já possui a CNH Digital, basta atualizar o aplicativo Carteira Digital de Trânsito, caso a opção de atualização automática não esteja acionada no dispositivo. Depois, o usuário deverá adicionar o CRLV Digital, informando o número do Renavam e o código de segurança impresso no Certificado de registro de Veículo – CRV (antigo DUT).

Os que ainda não possuem a CNH Digital devem realizar o download do aplicativo Carteira Digital de Trânsito já disponível na APP Store e Google Play e efetuar o cadastro de usuário no próprio aplicativo. Depois, é só adicionar o CRLV Digital e informar os mesmos dados mencionados anteriormente.

Para saber qual Detran já aderiu ao CRLV Digital basta consultar o link https://servicos.serpro.gov.br/carteira-digita. O aplicativo CDT também avisa quando o Detran aderir ao serviço.

 

Assessoria de Comunicação Social
Fonte e Foto: Ministério das Cidades
Compartilhe: