Acusado de assaltar posto de gasolina no Feitosa é condenado a 14 anos de reclusão

O juiz Josemir Pereira de Souza, da 4ª Vara Criminal de Maceió, condenou o réu Jadson de Lima Andrade a 14 anos, seis meses e sete dias de reclusão por assalto a um posto de gasolina, no bairro Feitosa, na Capital, em 2017. A pena, que deverá ser cumprida em regime fechado, também inclui os crimes de receptação e resistência à prisão.

De acordo com os autos, o réu e outras quatro pessoas chegaram ao posto em um carro roubado. Eles estavam armados e encapuzados. O grupo subtraiu pertences dos clientes e a arma do vigilante, chegando ainda a agredir alguns frentistas.

Durante a fuga, o carro foi avistado por uma guarnição policial. Os PMs ordenaram a parada do veículo, porém o comando não foi obedecido. Houve perseguição policial, e o veículo foi alcançado. Jadson reagiu à prisão, tendo entrado, inclusive, em luta corporal com integrantes da guarnição.

Em depoimento, o réu confessou os crimes. De acordo com o magistrado, Jadson agiu de maneira consciente e agressiva durante a ação. O juiz negou ao réu o direito de recorrer em liberdade. “O acusado é contumaz na prática delitiva, possuindo outras condenações criminais transitadas em julgado”, ressaltou Josemir Pereira de Souza. A decisão foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico dessa quinta-feira (9).

Veja também  Acusado de matar homem com golpes de faca vai a júri nesta terça (17) em Água Branca

Fonte: Ascom TJ/AL

Compartilhe: