Prefeitura consegue liberação de área para construção de casas na orla lagunar

A Prefeitura de Maceió recebeu da Superintendência do Patrimônio da União (SPU) a liberação da área de quase 50 hectares onde serão construídas 1.776 unidades habitacionais na orla lagunar da capital. A portaria que declara interesse do serviço público para obras de habitação e requalificação urbana foi publicada no Diário Oficial da União dessa quinta-feira (05).

Pelo projeto, orçado em mais de R$ 140 milhões, a orla lagunar passará por uma revitalização e ganhará uma nova cara com o objetivo de garantir moradia digna às famílias dos assentamentos precários conhecidos como Mundaú, Sururu de Capote, Torre e Muvuca.

“A obra faz parte de um momento histórico para Maceió. A concretização desse projeto muda não somente a vida de quem vive ali em condições subumanas, mas traz uma nova paisagem para a nossa orla lagunar, uma das mais belas do país”, disse o secretário de Desenvolvimento Territorial e Meio Ambiente, Mac Lira.

As novas casas serão construídas onde hoje é a pista de rolamento. A intenção da Prefeitura é transferir a via de tráfego para o limite da laguna, evitando novas ocupações irregulares. Além disso, irá proporcionar, a quem passa pelo local, a oportunidade de ter um encontro mais de perto com a laguna.

Veja também  Licenciamento: saiba como solicitar a carta de Habite-se

Diagnóstico

Junto com o novo residencial, a Prefeitura irá construir novos equipamentos públicos e urbanos. Um diagnóstico está sendo elaborado pela área social da Sedet a fim de identificar a real necessidade do tipo de equipamento para beneficiar aquela população.

Segundo Mac Lira, o estudo está em fase de conclusão e analisa a estrutura e condição de funcionamento dos equipamentos já existentes e indica qual a demanda para novas aquisições por parte do município, a exemplo de creches, escolas e postos de saúde.

Texto: Ascom Sedet

Foto: Secom Maceió

Compartilhe: