Produção de gás natural aumenta 6,8% em um ano

A Produção de gás natural nos campos do país atingiu em maio 112 milhões de metros cúbicos por dia em maio deste ano, um aumento de 2,9% em relação ao mês de abril. Quando comparado a maio do ano passado este aumento chega a 6,8%. Os dados fazem parte do Boletim Mensal da Produção de Petróleo e Gás Natural e foram divulgados ontem (5) pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Eles indicam que, no que diz respeito à produção de petróleo nos campos nacionais, o resultado foi bem mais modesto: aumento de 0,4% sobre o mês de abril, mas queda de 1,7% quando comparado com maio do ano passado. A produção diária de petróleo em maio deste ano foi 2,607 milhões de barris de petróleo.

A produção total de petróleo e gás natural nos campos nacionais atingiu em maio aproximadamente 3,311 milhões de barris de óleo equivalente por dia.

Pré-sal

No que diz respeito aos campos do pré-sal, a produção em maio totalizou 1,840 milhão de barris/dia de óleo equivalente (petróleo e gás natural), um aumento de 3,1% em relação ao mês anterior. Foram produzidos 1,463 milhão de barris de petróleo por dia e 60 milhões de metros cúbicos diários de gás natural por meio de 84 poços. A produção no pré-sal correspondeu a 55,6% do total produzido no Brasil.

No polígono do pré-sal, segundo a ANP, o destaque foi o campo de Lula, na Bacia de Santos. Maior campo produtor de petróleo e gás natural do país, Lula produziu, em média, 872 mil diários de petróleo e 37,4 milhões de metros cúbicos de gás natural.

Veja também  TST apresenta proposta de conciliação para evitar greve dos Correios

Os dados da ANP indicam que os campos marítimos responderam por 95,7% de toda a produção de petróleo do país e por 83,1% do gás natural, em 7.505 poços. Os campos operados pela Petrobras produziram 94,1% do petróleo e gás natural.

A Unidade flutuante de produção, armazenamento e transferência (FPSO) Cidade de Maricá, no campo de Lula, foi a instalação com maior produção de petróleo, tendo extraído em maio 149,2 mil barris de petróleo equivalente por dia, por meio de 7 poços interligados.

Já a instalação Polo Arara, localizado no Amazonas, foi a maior produção de gás natural. Produzindo a partir dos campos de Arara Azul, Araracanga, Carapanaúba, Cupiúba, Rio Urucu e Sudoeste Urucu, por meio de 36  interligados, a unidade produziu 8,3 milhões de metros cúbicos por dia.

Aproveitamento do gás natural

A ANP informou, ainda, que o aproveitamento do gás natural no Brasil no mês de maio alcançou 96,3% do volume total produzido, disponibilizado ao mercado 58,5 milhões de metros cúbicos por dia.

A queima de gás totalizou 4,1 milhões de metros cúbicos por dia, um aumento de 20,5% se comparada ao mês anterior e de 11,3% em relação ao mesmo mês do ano passado. Segundo a ANP, “este aumento está relacionado às atividades de comissionamento da plataforma P-74, em operação no campo de Búzios”.

Texto: Agência Brasil

Foto: Agência Petrobras/Douglas Enry

Compartilhe: