Famílias recebem moradias e Rui Palmeira anuncia mais de 6 mil unidades

Na manhã desta quinta-feira (05), o prefeito Rui Palmeira, o vice-prefeito Marcelo Palmeira entregaram as chaves aos beneficiários do Residencial Jorge Quintella, no Benedito Bentes. O novo conjunto – construído com recursos do Programa Minha Casa, Minha Vida – em parceria com a Prefeitura de Maceió -, possui 816 apartamentos com dois quartos, sala, cozinha e banheiro.

A solenidade consolida a entrega de 10.032 moradias desde fevereiro de 2014, quando foi entregue o Residencial Ouro Preto, e representa um marco na política habitacional da Prefeitura, gerida pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Territorial e Meio Ambiente (Sedet).

whatsapp-image-2018-07-05-at-11-11-41

Beneficiários acompanham solenidade de entrega das chaves

Durante sua fala na solenidade,  o Prefeito Rui Palmeira disse que a entrega do conjunto habitacional representa qualidade vida para os moradores da região. “A situação dos moradores da comunidade Santa Cruz era de total precariedade. Agora eles irão morar em um local digno, com água encanada, esgotamento sanitário e uma estrutura diferente dos barracos de lonas. É motivo de muita alegria para o Município. É bom saber que já entregamos mais de 10 mil moradias. Isso representa dignidade para essas pessoas”, ressaltou o prefeito.

whatsapp-image-2018-07-05-at-11-44-20

Os 816 apartamentos pussuem dois quartos, sala, cozinha e banheiro

Do número total de apartamentos, 444 serão destinados a famílias que atualmente estão na comunidade Santa Cruz. Além disso, o empreendimento também beneficiará pessoas de áreas de risco, que moram em situação precária ou estão em casas alugadas pela Prefeitura de Maceió.

“É um dia de muita alegria para essas famílias e uma satisfação para nós que fazemos a gestão municipal. Vivenciamos cada parte dessa obra. Nos últimos cinco anos, cumprimos a meta de entregar mais de 10 mil moradias. Temos o compromisso de entregar mais 6 mil unidades habitacionais, desse total, já assinamos a ordem de serviço para construir 3.500 unidades”, destacou o vice-prefeito Marcelo Palmeira.

whatsapp-image-2018-07-05-at-11-12-28

O secretário-adjunto da Sedet, Anderson Alencar, que representou o titular da pasta Mac Lira, enfatizou o empenho da Prefeitura em conseguir mais recursos para construção de moradias populares.  “É um momento de grande felicidade para famílias que moravam na comunidade Santa Cruz e em áreas de riscos da cidade. O Município de Maceió vem trabalhando incessantemente para suprir as demandas habitacionais”, disse.

O evento contou ainda com a presença de representantes do Banco do Brasil e de outras autoridades. O superintendente regional do Banco do Brasil, Gustavo Arruda, ressaltou a alegria da instituição financeira em participar do projeto.

“É muita satisfação nossa fazer parte desse projeto e ver o sorriso no rosto das pessoas que receberam as chaves. É muito gratificante realizar o sonho da casa própria. Me sinto honrado por representar aqui os 100 mil funcionários do Banco do Brasil”, pontou.

As unidades residenciais são destinadas a famílias com renda mensal de até R$ 1.800, que nunca foram beneficiadas pelo programa Minha Casa, Minha Vida, não têm casa própria ou vivem em áreas de risco e em situação de vulnerabilidade social.

Veja também  Maceió terá mais 2.460 moradias do Minha Casa Minha Vida

Edeilton dos Santos, antigo morador da comunidade Santa Cruz, lembrou das dificuldades enfrentadas pela falta de infraestrutura da comunidade onde mora. “Antes era muito sofrimento, na lama e sem água para tomar banho. Hoje eu agradeço a Deus por ter um teto para morar. Se não fosse a Prefeitura, eu ainda estaria em um barraco. Valeu a pena esperar. Agradecemos muito ao prefeito Rui Palmeira. Estava muito ansioso, nem dormir direito à noite. Vou pegar minha chave e farei a mudança hoje mesmo”, falou emocionado.

“Quero agradecer a Deus e ao prefeito Rui Palmeira. Estou muito feliz por sair do aluguel. Vai mudar muito a minha vida em vários aspectos. Não tenho palavras para descrever esse momento. Terei uma moradia digna e um endereço fixo”, complementou Irajá de Andrade, outra contemplada com a casa própria.

Com a entrega do Jorge Quintella, a comunidade Santa Cruz será desocupada e no lugar dos barracos hoje existentes será construída uma nova escola municipal que atenderá aos moradores do Conjunto Cidade Sorriso e do próprio Jorge Quintella. A obra será viabilizada por meio de uma parceria entre a Prefeitura de Maceió e uma empresa privada, com o aval da Procuradoria Regional do Trabalho em Alagoas.

 Maior programa habitacional da história de Maceió

O programa habitacional da atual gestão é o maior já desenvolvido em Maceió. Além das 10.032 moradias entregues, a Prefeitura já contratou mais 740 e garantiu mais 5.944 unidades em diferentes regiões de Maceió, o que representa mais 6.684 novas casas para a população que mais precisa.

Os sorteios das unidades residenciais são feitas por meio eletrônico e acompanhados por representantes das instituições financeiras e de órgãos de controle, como o Ministério Público Estadual (MPE).

Residenciais entregues

2014 – Residencial Ouro Preto (Ouro Preto) – 240 moradias

2016 – Residencial dos Vales (Rio Novo) – 900 moradias

2016 – Res. Parque dos Caetés (B. Bentes) – 2.976 moradias

2017 – Res. Morada do Planalto (B. Bentes – 1.200 moradias

2017 – Res. Maceió I (Cidade Universitária) – 3.900 moradias

2018 – Res. Jorge Quintella (B. Bentes) – 816 moradias

 Homenageado

O médico Jorge Quintella Cavalcanti, que deu nome ao novo conjunto habitacional, foi um dermatologista de renome e pesquisador reconhecido, tendo atuado na Santa Casa de Misericórdia de Maceió e no Hospital do Açúcar. Médico por vocação, seu espírito humanista e justo sempre se preocupou em atender aos pacientes com muita dedicação e profissionalismo, sem distinção de classe social.

Ingressou na política em 1951, quando foi eleito vereador de Maceió, sendo inclusive presidente da Câmara (1951-1952). Em seguida, foi eleito deputado estadual por cinco mandatos. Além de ter sido presidente da Assembleia Legislativa de Alagoas (1982-1983), tendo, inclusive assumido temporariamente o cargo de governador do Estado.

 

Texto: Leyvson Gomes e Marcondes Leite (estagiário)

Fotos: Ascom SEDET

Compartilhe: