Projeto vai resgatar brincadeiras culturais no Parque do Horto

Aberto ao público há um ano, o Parque do Horto já se tornou um consolidado espaço para a diversão de famílias aos finais de semana. Com programações variadas, a reserva ambiental administrada pela Prefeitura de Maceió e pela Superintendência do Ibama em Alagoas oferta opções de lazer para todas as idades, além de ser um local propício à prática esportiva, como trilha e corrida. No próximo sábado (28), o Parque, no bairro Gruta de Lourdes, recebe uma atividade lúdica especial voltada ao público infantil: o projeto Brincar no Parque, que acontece das 13h às 16h com o resgate de brincadeiras culturais e contação de histórias ao ar livre.

O projeto é uma iniciativa idealizada pela terapeuta ocupacional Renata Santos, que propôs à administração do Horto a ocupação do espaço para a realização de brincadeiras ao ar livre que estimulem o resgate de tradições. O Brincar no Parque é aberto ao público, sem necessidade de inscrição ou limite de faixa etária, e tem como proposta a promoção do diálogo e da reflexão sobre o consumo consciente, práticas sustentáveis e discutir a importância do contato com a natureza para o desenvolvimento infantil, para a preservação da natureza e no fomento dos vínculos familiares.

Projeto será realizado neste sábado (28) no Parque do Horto

“A vida urbana tem distanciado cada dia mais as pessoas da natureza, muitas famílias vivem um cotidiano cheio de tarefas que deixam cada vez mais o dia com menos horas livres. As crianças também estão aprendendo desde cedo a ter o tempo limitado para quase tudo e também se envolvendo com novas atividades que lhes são oferecidas. As crianças precisam vivenciar situações concretas para assimilar conhecimentos e transmiti-los, por isso atividades que estimulem o movimento e que as aproximem da natureza por meio do contato direto ou pelo do lúdico são fundamentais para o bom desenvolvimento físico, mental e social, além de formar valores relacionados às questões ambientais”, comenta Renata.

Veja também  Revitalização da Praça do Rex valoriza área histórica de Maceió

Segundo a terapeuta ocupacional, o Brincar no Parque vai ofertar um espaço de diálogo sobre confecção de brinquedos reciclados, visando o fomento do pensamento sustentável, por meio de brinquedos naturais, brincadeiras tradicionais e um espaço desestruturado que leve à reflexão sobre como os cuidados e preservação com a natureza podem refletir direta ou indiretamente na nossa saúde e no nossos bem estar. “O objetivo é apresentar formas de brincar com canções da cultura popular, cirandas, teatro, com as diferentes artes que valorizam a cultura local e que valorizem a cultura do brincar”, completa a idealizadora do projeto.

Integrantes da Companhia Literando participarão da primeira edição do Brincando no Parque. Foto: Divulgação

O projeto Brincar no Parque acontecerá mensalmente, sempre aos sábados, e contará com a participação de artistas circenses, da arte popular, contadores de histórias e artesãos, que levarão brinquedos da cultura popular, brinquedos sustentáveis e outros que estejam alinhados com a proposta. Nesta edição, participam a Panta Cultura em Madeira – de responsabilidade de Renata Santos, e a Companhia Literando, que juntos levarão contação de histórias e brincadeiras às crianças.

 

Texto: Lucas Alcântara/ Ascom Sudes

Foto: Divulgação

Fonte: SEMDS

Compartilhe: