Rua no Pinheiro é interditada para obras de recuperação

A partir desta terça-feira (04), devido às obras de recuperação de pavimento que serão realizadas pela Braskem na Rua Luiz Rizzo, no bairro do Pinheiro, equipes da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) modificarão o fluxo de veículos que circulam pelo local. Os serviços têm previsão de término em até 15 dias e serão executados pela empresa responsável no horário de 8h às 18h.

Durante o período de realização dos trabalhos, os condutores poderão trafegar pelas vias paralelas à Rua Luiz Rizzo para chegar ao seu destino final. A sinalização indicando a interdição será instalada para alertar os motoristas sobre a obra.

As linhas de ônibus que passam pela Rua Luiz Rizzo terão o seu itinerário modificado. As linhas 024 – Sanatório/ Centro, 068 – Colina/ Poço, 608 – Gruta/ Iguatemi e 700 – Sanatório/ Ponta Verde desviarão os seus respectivos trajetos para a Rua Antônio Procópio, passando pela Rua Professor José da Silveira Carmerino, de onde seguirão com o seu percurso normal.

Obra

A obra de recuperação de pavimento no bairro do Pinheiro está prevista no Acordo de Cooperação Técnica firmado entre a petroquímica, o Município de Maceió, Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-AL), Ministérios Públicos Federal (MPF), Estadual (MPE) e do Trabalho (MPT).

Veja também  Fiscalização de trânsito combate infrações diariamente

O objetivo da obra, conduzida pela Braskem, é garantir a segurança e a trafegabilidade nas vias, além de reduzir o risco de infiltrações de água no solo do bairro através das trincas. Os trechos das vias públicas e as soluções construtivas para cada área foram definidos junto com o Município de Maceió com base no mapa de feições elaborado pelo Serviço Geológico do Brasil (CPRM).

As atividades da empresa contratada pela Braskem tiveram início na Alameda São Benedito, onde fica o Condomínio Divaldo Suruagy, e contam com o apoio da Defesa Civil Municipal, além de outros órgãos municipais como a SMTT, que fará o controle do trânsito local.

 

Texto: Ascom SMTT e Ascom Braskem

Foto: Ascom SMTT

Fonte: DEFESACIVIL

Compartilhe: