Pinheiro: Defesa Civil divulga casas que serão cadastradas

A Defesa Civil de Maceió continua nesta quinta-feira (11) o cadastramento de moradores das áreas amarela e laranja do Pinheiro para o recebimento do auxílio-moradia social. Apesar de o cadastro ser para os imóveis localizados nas áreas mapeadas, a partir de hoje, o órgão passa a divulgar o nome das ruas e o número das residências que precisam ser cadastradas para dar fluidez ao atendimento, voltado apenas aos moradores que estão nas áreas de risco. O cadastramento é feito na sede da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas).

“É importante que os moradores estejam atentos aos números dos imóveis na lista, visto que nem todas as casas das ruas precisam ser cadastradas. O cadastramento para o auxílio-moradia social é feito conforme avaliação e mapeamento do Serviço Geológico no mapa de feições”, orientou Joanna Borba, coordenadora de Ação Social da Defesa Civil de Maceió. A lista das ruas e o número das casas que devem ser cadastradas estão neste link aqui; confira. 

Pela programação, até o dia 12 deste mês serão cadastrados proprietários de imóveis de 31 ruas localizadas no Pinheiro, além daqueles que perderam o prazo. Para fazer o cadastramento, os moradores precisam levar, além dos documentos pessoais (RG, CPF e comprovante de residência), a certidão do imóvel para comprovação da posse. Se o proprietário for casado, é necessária a documentação do cônjuge. Se o proprietário for divorciado e tiver na escritura o nome do ex-cônjuge, é necessário apresentar a averbação de divórcio. O auxílio-moradia social é no valor de mil reais e será pago por seis meses, prorrogável por mais seis.

Veja também  Prefeitura de Maceió e Exército alinham ações conjuntas

O atendimento é realizado na sede da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), que fica na Avenida Comendador Leão, nº 1383, no bairro Poço, das 9h às 15h. Um ônibus da Defensoria Pública está na Semas para auxiliar as famílias que têm pendências em documentos, principalmente no registro dos imóveis.

 

Texto: Marcus Toledo / Secom Maceió

Foto: Pei Fon / Secom Maceió

Fonte: DEFESACIVIL

Compartilhe: