Ação itinerante levará Cadastro Único para o bairro da Pitanguinha

Os moradores do bairro de Pitanguinha receberão nesta sexta-feira(6) a ação itinerante do Cadastro Único (CadÚnico), promovida pela Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas). Os atendimentos serão realizados das 9h às 13h, no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Pitanguinha.

Serão realizados 100 atendimentos durante a ação. Além de efetuar  a inscrição no CadÚnico, a população também poderá atualizar os dados já cadastrados e buscar por informações sobre o Programa Bolsa Família, Benefício de Prestação Continuada (BPC) e outros serviços.

Para ser inserido no Cadastro Único é necessário que a família tenha renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa, ou renda mensal total de até três salários mínimos. Após se encaixar nesse perfil, é preciso que um dos integrantes da família se responsabilize em prestar as informações sobre todos os membros da família para um dos entrevistadores do CadÚnico.

A pessoa, que será chamada de Responsável pela Unidade Familiar (RF), precisa ter ao menos 16 anos e, preferencialmente, ser mulher. Após a inscrição no CadÚnico, todos os dados apresentados são analisados e, comprovando-se o perfil desta família como de baixa renda, é emitido num prazo de 15 a 30 dias o Número de Identificação Social (NIS).

Veja também  Beneficiários do BPC devem se inscrever no Cadastro Único até dezembro

Após a inscrição no Cadastro Único, as famílias podem ter acesso, por meio do NIS, a vários programas sociais como Bolsa Família, o Pronatec (cursos para qualificação profissional), a Tarifa Social de Energia Elétrica, o Minha Casa Minha Vida, a Carteira do Idoso, o Benefício de Prestação Continuada (BPC),  Id Jovem e o Cartão de Passageiro Especial.

O Cras Pitanguinha está localizado na Rua Cônego Tobias, s/n, bairro de Pitanguinha, e funciona de segunda à sexta, das 8h às 16h. Abrangendo os bairros da Pitanguinha, Farol e parte do Feitosa, a unidade oferece a mulheres, idosos, crianças e adolescentes da região os serviços dos grupos de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, além do atendimento do CadÚnico.

 

Texto: Maria Maia (estagiária) / Ascom Semas

Foto: Secom Maceió

Fonte: SEMAS

Compartilhe: