Em Alagoas, videoconferência dá segurança e agilidade a processos criminais

Implantada no Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL) no início de 2016, a videoconferência é um instrumento que dá mais segurança e celeridade ao andamento dos processos. Atualmente, a ferramenta está disponível em todas as varas criminais do Estado e permite que sejam realizadas audiências com réus e testemunhas sem que essas pessoas precisem se deslocar ao fórum.

“Houve um aumento no número de audiências realizadas, uma vez que não há necessidade do transporte do preso para o fórum e isso tem viabilizado e tem empreendido uma maior celeridade na instrução processual”, destacou o juiz Geraldo Amorim, titular da 9ª Vara Criminal da Capital.

Além da celeridade, a videoconferência também proporciona economia. “Acelera muito o tempo do processo e poupa uma série de recursos humanos e econômicos do nosso Estado. Também podemos fazer isso para oitiva de testemunhas, o que pode significar uma melhora muito grande da qualidade da prova obtida”, explicou a juíza da 17ª Vara Criminal da Capital, Lorena Sotto-Mayor.

“O preso está em uma sala, acompanhado de um agente penitenciário, que opera o sistema da videoconferência, e, sendo necessário, o defensor também se faz presente junto com ele na sala de audiência”, contou o magistrado Rodolfo Gatto, da 6ª Vara Criminal.

Veja também  Assembleia inicia recadastramento de servidores

Fonte: Ascom TJ/ AL

Compartilhe: